RSS Feed

domingo, 21 de novembro de 2010

Delirio

“Que tesão é esse?”
Você me perguntou naquela transa
Que coisa é essa
Que nos estranha que nos toma
E sobe à cabeça?
Que bate no coração
Acelera o sangue?
Esse baque que nos leva e arrasa
Nos faz bicho
Um lobo no uivo
Uma fêmea no inverso de um parto?
Delírio riso força prazer
Esse toma e dá
Essa transa essa trama essa troca
Tesão. Que bicho é esse?
Que acende o fogo
Eleva o ego
Essa química dos corpos. Esse atrito bom. Essa luta sã?
Só sei que isso é louco que não é pouco
Que é muito muito que é mil...

E melhor que sabê-lo é tê-lo
É tê-la entre os braços
Teu riso aberto teu suor este cheiro teu gozo
E todo o conteúdo que minhas mãos agarram
Todo o belo do teu corpo liso
Dos teus poros vulcânicos
Tua seiva que bebo
Todo o quente que me dá
Todo este embate
Esse abate que por fim nos toma e nos tomba
Mas que nos deixa leves felizes saudáveis

3 comentários:

Samir . disse...

Gostei basstante não só d texto mas do blog em si.

Pssarei aqui mais vezes.


http://sem--hipocrisia.blogspot.com/

Benjamim disse...

Bom dia!
Quero agradecer-te pelo comentário, obrigado.
A minha esposa merece cada palavra de amor que escrevo, porque ela é tudo para mim.
Já agora, o teu blog é muito interessante, continua.

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aquii.
belo post, muito bom.
Maurizio

Postar um comentário