RSS Feed

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Diferentes maneiras de ver as diferenças que diferem a tudo.


Um autor diferente, automaticamente é uma pessoa diferente.
Com pensamentos, sonhos, desejos e medos diferentes.
Até mesmo a visão sobre um mesmo acontecimento é interpretada de uma maneira diferente.
Não quero criar uma historia paralela, ou cansar seus olhos com algo que talvez ja estejam
cansado de ler, ver ou saber.
Indo direto ao ponto quem escreve a vocês esta noite é um autor diferente, cujo nome, a idade,
o sexo e a perspectiva sobre o mundo é diferente. Diferente, diferença e diferir é sobre isto
que esta noite quero falar, a terra é diferente do céu?, qual a diferença entre o céu e a terra?.
a terra difere do céu!.
O meu objetivo nao é lhe dar a resposta e sim fazer com que você reflita e nesta reflexão encontre
a verdade, pura, simples e verdadeira.
Você pode sonhar, mentir e se iludir mas somente com a verdade você poderá viver.
Tudo que eu escrevo faz sentido para eu, no entanto se tu não entender começara a perceber a diferença.

Este foi um pequeno texto escrito por um autor diferente cujo nome você desconhece.

Por que o céu é tão diferente da terra...
Poque os passáros são tão diferentes dos repteis...
Por que a grama não é como as arvores ou as flores...
Por que não sou como você...
Por que você não é como eu..
Por que tudo é diferente...
Por que existem diferenças entre todos...
Por que tudo tem que diferir...
Eu não gosto das difenças...
E de pessoas que dão valor a elas...
O que difere o pobre do rico? somente algumas centenas, milhares ou milhoes de cedulas de papel com tinta...
Qual a diferença entre o branco e o negro, somente pigmentos...
No final todos nós morremos e apodrecemos...
Todos os seres vivos compartilham do mesmo final...
Contemplam diante de seus olhos sejam ricos, pobres, fortes, fracos, indios, mamelucos ou mulatos
Todos contemplamos o fim inevitavel, o seu carrasco, o inimigo invencivel, a morte...
Por que é tão dificil aceitar que tudo é diferente...



2 comentários:

Lidianne Andrade disse...

aaahhh
comecei a amar desde a foto!

Maria disse...

Assim, as diferenças a que o autor se referiu de fato são incabíveis. Diferenças que não foram escolhidas e, portanto, não difere verdadeiramente.

Embora eu goste das diferenças dos corações, essas que foram citadas me inquietam. Eu abomino racismo, preconceito. Minhas lágrimas são incontroláveis diante delas!

Texto muito bom!!!

Beijinhos =*****

Postar um comentário