RSS Feed

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Ainda uma vez, adeus

"O desejo é ir em frente, mas meu poder não me deixa alcançar o que eu realmente quero... Talvez o mundo, a minha vida, a minha rotina, em relação a minha trajetória, esteja em "órbita", quem sabe nunca conseguirei ter o que realmente quero, em termos pessoais, a indecisão é meu pior defeito, não sei o que fazer com você, nem sei por que um dia, tive a, mas pura coragem, de te querer, sendo que nunca terei, não quero teu tempo, nem tua liberdade, quero apenas um bom ombro amigo, e um desejo de prazer, mas você não pode me dá este “sabor”,e nem o sentimento de garra, suas formas, são muito confusas, isso me deixa abalada, com o teu jeito de lidar com a ilusão, por mais que sejas tão complexos, como eu, saiba que te admiro, pela a pessoa que você é, e não pela pessoa que você se faz ser, te admiro, por todos os pontos educacionais, profissionais, pelos conselhos, pelos momentos de tristeza, por momentos difíceis, mas por pouco tempo, ainda não sei sobre teus sentimentos verdadeiros, por mais que eu queira, te odiar eu não consigo, por que eu queira fugir, te esquecer, eu não consigo, por mais, que eu saiba de todas suas loucuras, eu não posso, eu tenho que seguir em frente e dizer: foi bom te conhecer, e fique sabendo que tem alguém desse lado que gosta muito de você, independente do que virá pela frente, estarei ao teu lado, não te desejo mal, apenas que tu sinta pena, não de mim, nem de você mas da compaixão."

1 comentários:

come come disse...

Não se pode perder a esperança em ser cada vez melhor, cada vez mais autêntico.

Postar um comentário