RSS Feed

sábado, 6 de setembro de 2008

Desculpe. Ainda sou aprendiz do amor


Me desculpe.
Desculpe, se eu sou assim tão fútil aos teus sentimentos
Desculpe, se não ligo para seus pensamentos
Desculpe, por não te ligar para saber como está
Desculpe, por te responder, de uma maneira desagradável
Desculpe, por fazer você infeliz
Desculpe, por ser tão grossa com suas frustrações
Desculpe, por sempre te bajular
Desculpe, por sempre não te questionar
Desculpe, por está tão ausente
Desculpe, por ouvir suas falas
Desculpe, por não entender teu enredo
Desculpe, por todas as coisas que fiz até hoje
Desculpe, por te deixar tão livre
Desculpe, pelas noites que não te amei
Desculpe, por todas e todos os dias que não te olhei
Perdão, mas eu não sei ser companheira nem parceira, mas gosto de te ouvir,
de te desejar, de te sentir, e as vezes me iludir, mas lembre-se se coloque em meu lugar.
Ainda sou aprendiz do amor

Ainda sou aprendiz do amor

4 comentários:

BiaHh disse...

Nossa.... juro que eu queria ser assim... quando eu estou apaixonada eu me entrego por inteiro... sei que não deviaa mass... ;/


Primeira vez no teu blogg... hehe mais vou voltar sempree


Bjoo ;*

bob.loco Ah ViDa Eh lOcA mAnO!!! disse...

legal o textinho
um amor hehe

Capreta disse...

Ei Larissa, eu havia lido o seu post assim que você atualizou e não comentei. Você deu uma mudado na posição das coisas não foi? Gostava mais de antes! xD

Queria tanto ainda ser aprendiz no amor, ter aquela inocência e não ser essa pedra sem sentimentos de agora!

Beijo, ótimo domingo. :D

Capreta disse...

Te juro que antes os post estavam do lado direito e não esquerdo. Será que to ficando louca? o.O

Postar um comentário